Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 18 de junho de 2024

Política

Uma aliança inusitada

Eleito pela primeira vez prefeito de Canhotinho pelo PFL em 2004, Álvaro Porto sempre esteve em palanques distintos ao PSB, foi assim em 2006 quando apoiou a reeleição de Mendonça Filho contra Eduardo Campos e em 2010 quando foi um dos poucos prefeitos a apoiar Jarbas Vasconcelos, a prática de se repetiu em 2014, 2018 e 2022, quando foi eleito para o terceiro mandato sendo o único deputado estadual a tentar a reeleição que apoiava Raquel Lyra desde o começo

Postado em 06/06/2024 2024 05:22 , Política. Atualizado em 05/06/2024 18:01

Colunista

 

Após assumir a presidência da Alepe, Álvaro Porto conquistou um grande protagonismo político na Casa de Joaquim Nabuco que se irradiou para fora do legislativo. E mesmo tendo sido um crítico contumaz do PSB, Álvaro foi eleito com o apoio do partido, afastou-se da sua correligionária Raquel Lyra e aproximou-se do prefeito João Campos.

Na última segunda-feira no título de cidadão recifense recebido pelo presidente da Alepe, ficou cristalina a relação amistosa e cordial com o prefeito João Campos. Álvaro, pelas circunstâncias, tornou-se um importante articulador do projeto estadual de João, igualmente quando teve forte contribuição para ajudar a postulação de Raquel Lyra em 2022, com o agravante de que agora ele tem uma caneta que lhe dá protagonismo e forte poder político, podendo influenciar de forma significativa a obtenção de apoios para João Campos viabilizar seu projeto estadual em 2026.

Composição – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça assumiu na última segunda-feira uma cadeira efetiva no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), substituindo Alexandre de Moraes. O TSE agora conta com Cármen Lúcia (STF), Kassio Nunes Marques (STF), André Mendonça (STF), Raul Araújo Filho (STJ), Maria Isabel Diniz Gallotti Rodrigues (STJ), André Ramos Tavares (Juristas) e Floriano Peixoto de Azevedo Marques Neto (Juristas). Em 2026, Kassio Nunes Marques deverá presidir o TSE, com Mendonça como vice, ambos indicados pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Sem perseguição – O deputado federal Carlos Veras (PT) declarou em entrevista que o Governo Federal trata a governadora Raquel Lyra (PSDB) com respeito e colaboração, independente de afiliações partidárias. Ele enfatizou que, diferentemente da gestão de Jair Bolsonaro, não há perseguição política e que os projetos na Assembleia Legislativa de Pernambuco são votados conforme os interesses dos pernambucanos.

Apoio – Carlos Veras ressaltou que o presidente Lula tem garantido recursos e apoio a Pernambuco, tratando todos os prefeitos e a governadora Raquel Lyra com respeito. O deputado afirmou que a bancada do PT na Alepe vota conforme os interesses da população e não busca cargos no governo estadual, destacando a diferença de postura em relação à gestão anterior de Jair Bolsonaro.

Inocente quer saber – Qual será o papel de Álvaro Porto no projeto de João Campos em 2026?

Estamos entusiasmados em anunciar que Edmar Lyra agora escreve para o Jornal do Sertão PE, além de contribuir para outros veículos.