Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 09 de julho de 2024

Agropecuária

Impulsionando Rebanhos Resilientes e de Valor no Sertão Central: SEBRAE e Agroshop Cajá Apresentam Soluções em Melhoramento Genético para Bovinos de Corte

A ideia do evento é  para mostrar as vantagens de trabalhar com melhoramento genético como uma alternativa de mercado, além da oferta da carne para consumo.

Postado em 01/07/2024 2024 13:30 , Agropecuária. Atualizado em 01/07/2024 13:47

Divulgação Ascom

 

A cadeia produtiva de bovinos de corte no Sertão Central ganhou um evento exclusivo para fomentar o seu crescimento. A 1ª edição do Agroshop Cajá foi realizada nos dias 29 e 30, na Fazenda Cajá, no município de Flores, reunindo empreendedores rurais do ramo de gado de corte. A programação contou com a presença de especialistas do Sebrae/PE, que apresentaram soluções em melhoramento genético para a produção de rebanhos resilientes e com maior valor comercial.

A ideia do evento é  para mostrar as vantagens de trabalhar com melhoramento genético como uma alternativa de mercado, além da oferta da carne para consumo. Atualmente, o Sebrae oferece diversas soluções para produtores que desejam atuar com melhoramento genético. Por meio do Sebraetec, são oferecidas consultorias para fornecimento de sêmen e entrega de vaca prenha para reprodução de gado nelore. Outra solução envolve o fornecimento de embriões de raça pura nelore para inseminação na receptora. A instituição também promove consultoria em produção de ração irrigada para melhorar a nutrição do gado.

A analista do Sebrae/PE Larissa Celly explica que essas consultorias têm o custo compartilhado com o produtor. “O Sebrae arca com 70%, e o produtor custeia 30% dos custos. Esse recurso é investido na contratação de consultorias especializadas, que orientam o produtor rural na implementação do melhoramento genético”, detalha.

O evento foi realizado pelo produtor de bovinos de corte nelore, Carlos Medeiros, que, há mais de dez anos, atuava com melhoramento genético. Com 300 cabeças de gado, Carlos atuou por um bom tempo com o fornecimento de carne para consumo. Ele contou que não acreditava que era possível fazer melhoramento genético em uma região de clima semiárido.

Há três anos, quando iniciou a parceria com o Sebrae/PE, Carlos descobriu que não só é possível como também passou a comercializar bezerros puro sangue nelore pintado. “O nelore pintado é uma das raças mais cobiçadas pelo mercado atualmente. A Agroshop tem a finalidade de mostrar que os produtores de bovinos de corte da região podem fazer melhoramento genético e lucrar com isso”, explica.