facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 02 de abril de 2020

Cultura

Alceu Valença é destaque no São João 2018 nos quatro cantos do Nordeste

Em Pernambuco o cantor Alceu Valença se apresenta em Arcoverde e Caruaru nos festejos juninos

Postado em 09/06/2018 2018 13:31 , Cultura, Semiárido. Atualizado em 19/09/2018 08:05

Alceu Valença durante apresentação em São Paulo. Foto Pércio Leandro Siqueira

O cantor e compositor que é a cara do Nordeste não poderia deixar de dar o ares no São João da região. Alceu Valença traz novidades para as apresentações desse ano. Além dos clássicos como “Coração Bobo”, “Anunciação”, “Tropicana”, “Táxi Lunar”, “Belle de Jour”, entre outros, ele também experimenta canções que farão parte de seu novo DVD, totalmente dedicado ao forró, que tem previsão de ser gravado no segundo semestre deste ano.

Alceu Valença é destaque nos 4 cantos do Nordeste

A Turnê Nordestina passa por Mossoró (dia 16), Camaçari (21), Salvador (22), Cruz das Almas (23)e Aracaju (dia 24 no Forró Caju). O município de Arcoverde (27) também está dentro da agenda do cantor, que também não fica de fora dos festejos de Caruaru (29) e de Campina Grande (dia 30 no Arraial do Compadre). No dia 28 de julho, Alceu encerra os festejos na Fundição Progresso, no Rio, ao lado de Elba Ramalho.

O cantor trará surpresas para as apresentações

Dentre os destaques no palco estão xotes, cocos e emboladas que o cantor gravou ao longo de sua carreira, mas que não costuma interpretar ao vivo. É o caso de “Forró de Olinda” e “O Tempo e o Vento” (lançados no disco Forró de Todos os Tempos, 1998), “Pé de Rosa”, “Sonhei de Cara”, “Xote Delicado” (do álbum Forró Lunar, 2001), “Flor de Tangerina” (da trilha da novela Velho Chico).

 “Nunca fui tradicionalista, mas gosto de preservar algumas tradições. No período de festas juninas canto somente os estilos desenvolvidos no agreste e no sertão, que ajudaram a consolidar o forró como o gênero principal do São João. E tome baião, forró, coco, xote, rojão, embolada, martelos e toadas”, declara Alceu.

Outras recebem releituras diferentes das originais. “Como Dois Animais” e “Dia de Cão” ganham versões alternativas que ressaltam a essência nordestina das canções.Temas de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro não podem ficar de fora quando o assunto é Forró. Do repertório do Rei do Baião, Alceu recria “Baião”, “Vem Morena”, “Xote das Meninas”, “Sabiá”, “Pagode Russo”, “Juazeiro”. Dentre as músicas que consagraram o Rei do Ritmo, “O Canto da Ema” têm presença garantida.

No final do ano passado, Alceu foi homenageado pelo festival Baião de Lisboa, na capital portuguesa. “É como sempre digo: sou como um espelho do meu povo. Eu me reconheço nele e ele se reconhece em mim” – arremata o cantor.

Alceu canta ao lado de Paulo Rafael (guitarra), Nando Barreto (baixo), Tovinho (teclados), André Julião (sanfona) e Cássio Cunha (bateria).

http://www.pe.gov.br/