facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 20 de outubro de 2020

Outubro-Rosa

Outubro Rosa Movimenta Petrolina e Juazeiro.

Uma vasta e concorrida programação vem colorindo as cidades de Petrolina )PE) e Juazeiro (BA) por meio de uma campanha desenvolvida pela Unimed Vale do São Francisco

Postado em 16/10/2019 2019 11:02 , Outubro-Rosa, Últimas Notícias. Atualizado em 16/10/2019 11:11

 

Outubro Rosa Movimenta Petrolina e Juazeiro.

A região do Vale do São Francisco vem sendo tomada por um sentimento rosa.  Uma vasta e concorrida programação vem colorindo as cidades de Petrolina )PE) e Juazeiro (BA) por meio de uma campanha desenvolvida pela Unimed Vale do São Francisco, envolvendo inúmeros segmentos sociais. Tendo como foco a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama, a campanha mobiliza médicos, enfermeiros, colaboradores e a sociedade em geral para o fato.

Em Petrolina a cor rosa tomou conta dos prédios e monumentos históricos numa alusão ao  movimento surgido nos anos 1990 com a Primeira Corrida pela Cura em Nova York (EUA), Para sensibilizar, informar e ampliar o conhecimento sobre o câncer de mama foram realizadas pela Unimed, palestras nos dias 8 e 11 deste mês. . Após as palestras o público conferiu também depoimentos de pacientes compartilhando a experiência na luta contra a enfermidade e ao final pôde ouvir clássicos da MPB com a orquestra do 3º Batalhão da Polícia Militar de Juazeiro/BA e da cantora gospel Ingrid Torres. Além disso, foi oferecido um café da manhã para todos. Ainda na unidade de Petrolina a psicóloga Vilani Batista participou no dia 10 de uma roda de conversa debatendo o tema ‘Saúde da Mulher’.

Também com foco na detecção do câncer de mama em seus estágios iniciais, quando a chance de cura é maior, o Hospital Unimed de Juazeiro preparou uma série de atividades entre os dias 15 e 18 deste mês. Entre os eventos agendados destacam-se a roda do bem querer, momentos de beleza, ginástica laboral, massoterapia e rodas de conversas com profissionais especializados sobre uma doença que cresce 59.700 casos novos por ano. A programação se estende até o final do mês com diversas atividade.

Fonte; CLAS Comunicação,

Petrolina (PE)