facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de setembro de 2020

Coronavírus

Vírus e Bactérias: atenção à higienização de alimentos

Nutricionista orienta para que frutas, verduras e legumes não sejam transmissores de doenças

Postado em 30/03/2020 2020 10:15 , Coronavírus, Últimas Notícias. Atualizado em 30/03/2020 10:15

Lavando as mãos corretamente prevenimos doenças, higienizar os alimentos antes do consumo é essencial para evitar a transmissão. O grande perigo de alimentos não higienizados são as Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs) que afetam menores de 10 anos, idosos e pessoas imunodeprimidas.

O coordenador do curso de Nutrição, da Faculdade UNINASSAU Petrolina, Rafael Pinheiro, destaca que as DTAs “se manifestam de três maneiras: infecções alimentares (quando a causa são os próprios microrganismos); intoxicação alimentar (quando consome a toxina liberada pelo microrganismo no alimento); e toxinfecção, quando ingere o agente patogênico e este libera toxina no organismo”, explicou.

Rafael pontuou que mesmo a casca de certos alimentos agirem como capa protetora, é imprescindível a correta limpeza. “Há frutas que o consumo da casca é opcional e muitas vezes, habitual, como a maçã, pêra e goiaba, e comê-las sem a “proteção” as chances de contaminação por microrganismo reduzem”, acrescentou.

  Mas, como higienizar corretamente os alimentos? O nutricionista elenca as recomendações do Ministério da Saúde (MS), que são:

  • Lave as frutas, legumes e vegetais folhosos (alface, escarola, rúcula, agrião, etc.) em água corrente, folha a folha.
  • Coloque de molho por 10 minutos em uma solução com água e hipoclorito de sódio ou água sanitária. Preste atenção à proporção: a cada colher do produto, um litro de água.
  • Lavar em água corrente os vegetais folhosos folha a folha, as frutas e legumes um a um.
  • Faça o corte dos alimentos para a montagem dos pratos com as mãos e utensílios bem lavados.
  • Mantenha-os sob refrigeração em recipientes tampados, até a hora de servir.

 

FONTE : UNINASSAU