Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 15 de janeiro de 2021

Saúde

O Sertão se prepara para vacinação contra a Covid-19

Petrolina e Salgueiro estão traçando os planos municipais de imunização

Postado em 13/01/2021 2021 07:14 , Saúde, Últimas Notícias. Atualizado em 13/01/2021 10:47

Jornalista , Editor Antônio José

Foto:Divulgação

Com a proximidade da finalização dos tramites para aprovação das vacinas contra a Covid-19 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com insumos garantidos pelo Governo de Pernambuco, o Jornal do Sertão quis saber como as cidades da região estão se preparando para iniciar a imunização da população sertaneja. Alguns dos municípios consultados pelo JS ainda estão organizando os planos municipais, mas garantem que vão estão aptos a realizar a vacinação assim que as doses chegarem. Outros, como Cabrobó e Serra Talhada, já têm planos  definidos  e a divulgação deve acontecer nos próximos dias.

Em Salgueiro…

Segundo o secretário de Saúde de Salgueiro, George Arraes, estão sendo compiladas as informações dos Planos Nacional e Estadual de Vacinação para adequação à realidade do município. Com isso, o plano municipal deve ser finalizado na próxima semana e todas as unidades de saúde devem ser abertas para vacinar o público-alvo. Além disso, a cidade contará com equipes volantes para atender pessoas privadas de liberdade e idosos com limitações motoras.

Sobre a capacidade de armazenamento de doses e o quantitativo de salas de vacinação, o secretário pontuou que todas as informações serão devidamente divulgadas assim que o plano municipal de vacinação contra a Covid-19 for finalizado. Ainda segundo George Arraes, Salgueiro ainda não manifestou interesse na compra de doses extras porque vai aguardar a sinalização do Ministério da Saúde sobre a quantidade de vacinas que devem ser encaminhadas à cidade do Sertão Central. “Até porque nós acreditamos que o Governo Federal deve comprar todas as doses produzidas no país”, destacou o secretário da pasta.    

Já em Petrolina…

A Secretaria de Saúde de Petrolina já tem o plano de operacionalização da vacinação contra a Covid-19. Serão quatro etapas, a primeira será com os profissionais de saúde, idosos acima de 70 anos, pessoas acima de 60 anos que estão em instituições de longa permanência e que possuem dificuldade de locomoção.

A segunda etapa será com os idosos acima de 60 anos, que são o maior público do município. Já a terceira etapa terá todos os indivíduos que apresentam comorbidades, como hipertensão, diabetes e doenças crônicas, além de trabalhadores da educação, da segurança pública e também os caminhoneiros.

A quarta etapa será com os trabalhadores de transporte coletivo, rodoviários, aéreos, profissionais que trabalham no sistema prisional, população privada da liberdade e com as pessoas em situação de rua.

Logística de vacinação

Os trabalhadores da Saúde de Petrolina receberão as doses nominalmente nos seus locais de trabalho. Para as instituições de Saúde que não pertencem ao município, uma equipe volante vacinará com agendamento prévio.

Para os idosos, as unidades de saúde serão abertas aos sábados e domingos. Na zona urbana, de 7h às 17h, e na zona rural de 7h às 13h. As equipes volantes também atenderão os idosos nas instituições de longa permanência e nas unidades prisionais. Para caminhoneiros a vacinação será em drive in.

O município já tem 54 salas de vacinas nas unidades de saúde e 10 salas de vacinas de apoio. Além disso, o Centro Covid será transformado em unidade de vacinação, assim como a policlínica, que também terá o horário estendido para vacinação até às 20h, totalizando 66 salas de vacinas, fora as equipes volantes e o drive in.

Freezers para armazenamento de Vacinas Foto: Ascom Prefeitura de Petrolina.

Doses extras

Vale lembrar que o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho usou as redes sociais, na última semana, para comemorar os resultados obtidos pela vacina CoronaVac.

Como o gestor sertanejo já havia manifestado interesse, em dezembro do ano passado, na compra das doses produzida do laboratório SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, o prefeito reforçou: “Vamos aguardar a aprovação, o início do plano de imunização, caso não recebamos o suficiente para todos os petrolinenses, já apresentamos ao Instituto Butantan nosso interesse em adquirir. Vamos vencer juntos”, postou Miguel. 

Insumos garantidos em Pernambuco …

Nesta terça-feira (12), o Governo de Pernambuco iniciou a distribuição de seringas e agulhas, que serão utilizadas na campanha de vacinação contra o novo Coronavírus. O Governo garante que o quantitativo é suficiente para aplicar a primeira dose nos públicos prioritários nas duas primeiras fases da campanha.

Os insumos serão repassados pelo Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) até sexta-feira (15) e ficará a cargo de cada município retirar seu quantitativo. O governador Paulo Câmara anunciou que serão distribuídas 1,5 milhão de seringas, um milhão para o interior e 500 mil para a Região Metropolitana. “Tão logo as vacinas cheguem, já estamos preparados, com cronogramas definidos de recebimento de novas seringas, para que, assim que haja disponibilização da vacina, não falte esse insumo fundamental. Vamos avançar e dar condições a todas as pessoas em Pernambuco de serem imunizadas contra o novo coronavírus”, afirmou Câmara.

Estoques de insumos

Ainda segundo a gestão estadual, Pernambuco possui 3,9 milhões de seringas e agulhas em estoque. Mais 2,8 milhões estarão disponíveis até o fim deste mês, e outros 7,5 milhões serão distribuídos a partir de fevereiro, totalizando 14,2 milhões de insumos disponibilizados.

“Tão logo a gente tenha a vacina aprovada pela Anvisa, esperamos, num menor período de tempo, iniciar a vacinação em todos os 184 municípios de Pernambuco, para que a gente comece efetivamente a resolver o problema da pandemia no nosso Estado”, detalhou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Foto: Aluísio Moreira /SEI

A distribuição das seringas foi definida na segunda-feira (11), durante reunião extraordinária da Câmara Técnica, envolvendo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PE). O encontro contou com a presença virtual do secretário André Longo e dos secretários municipais, além de diversas áreas técnicas da SES-PE.

Fases da campanha estadual

O Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) divide a vacinação em fases, de acordo com o público-alvo. Na primeira fase da campanha serão imunizados trabalhadores de saúde, população indígena aldeada, idosos a partir dos 75 anos, além de idosos a partir de 60 anos internados em abrigos e instituições, totalizando mais de 627 mil pessoas. Já na segunda fase, com público superior a 910 mil, serão beneficiados os idosos entre 60 e 74 anos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), na terceira fase será a vez dos indivíduos com comorbidades. No quarto grupo estão as forças de segurança, trabalhadores da educação, do transporte aéreo, quilombolas e pessoas do transporte coletivo e caminhoneiros.

JS Saúde