Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Cultura

A Lenda a Comadre Fulozinha Por Bruno Alexandre

Guardiã da floresta

Postado em 27/08/2021 2021 16:09 , Cultura. Atualizado em 27/08/2021 16:17

Jornalista , Editor Antônio José em Cultura

 

 

Bruno Alexandre
Professor e Escritor
Colunista do Jornal do Sertão

 

Alguns juram que é uma mulher, outros têm certeza de que é uma criança, mas o que todo mundo concorda é que ela é um ser muito curioso. De longos cabelos negros, cobrindo todo o rosto, a comadre Fulozinha, a guardiã da natureza, está sempre pronta para protege-la de seres mal intencionados.

Travessuras

Segundo a lenda, a comadre Fulozinha habita as regiões da zona da mata de Pernambuco, mas pode facilmente transitar também pelo sertão e proteger a caatinga sempre que achar necessário. Para tal feito, o ser pode abrir porteira e libertar os animais ou desorientar caçadores com o seu assobio. Quanto mais longe estiver seu assobio, é sinal de que ela está mais próxima. Além do mais, a comadre também pode chicotear quem insistir em machucar e fazer mal a natureza. Porém, para quem acredita que a comadre é uma criança, também diz que ela é capaz de praticar travessuras como trançar crinas de cavalos

 

O mistério por trás


É muito comum os mais velhos, principalmente que moram nas roças e nas zonas ruais, contar aos seus netos experiências de encontro com a tal comadre. Em grande parte de Pernambuco, a lenda é tão famosa, que deu origem a diversas produções independentes para plataformas como o Youtube.