Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de outubro de 2021

Bem Estar

A criatura e o criador. Por Antônio José

A interdependência existente entre o que somos e de onde viemos oferece um vasto repertório de informações que faz viajar e divagar a imaginação humana.

Postado em 18/09/2021 2021 18:46 , Bem Estar. Atualizado em 19/09/2021 11:41

 

 

Antônio José Jornalista e Editor do Jornal do Sertão

 

Já imaginou quão grandioso somos como criaturas humanas, apesar de paralelamente, não atentarmos para oquanto somos diminutos diante da imensidão deste perfeito Universo, onde tudo é magistral. Isso demonstra oquanto também podemos ser magistrais. Pense o querepresenta 100 anos de vida humana diante de um planetaque segundo dados científicos recentes, se auto constrói há 4,5 bilhões de anos? O que somos nós diante deste fato? Essa idade pode parecer estrondosa, para assimilação da mente humana, mas, desaparece quando comparada àincomensurável e atemporal mente Cósmica. Considerando o raciocínio humano independentemente do QI Quoeficiente de Inteligência, tudo em nossa existência se mostra tão grandioso, que se não estivermos atentos e conscientes da sua dimensão de grandiosidade poderemos nos sentir quase que diminutos ou quase invisíveis diante desse fenômeno.

Imagem Reprodução

A verdadeira idade não é cronológica

Nossa origem não tem representatividade material porquenesse contexto somos considerados criaturas espirituais, isentando a já tão exígua materialidade e evidenciando quea nossa forte essência existencial é mental e emocional. Mesmo que vivamos cronologicamente cem anos, nadaseremos se não contribuirmos com ideias e pensamentosnobres para o aprimoramento e crescimento da humanidade. Devemos ser esmerados em cada um de nossos pensamentos e atitudes, evidentemente, adequadosà capacidade mental da era em evolução. Isso independeda época e idade que possamos ter, isso é fruto da manifestação da alma que se complementa com a grandiosidade do Ser.

O Universo é o alimento do espírito.

O universo precisa ser observado por meio de um olhar mais humano, profundo e perceptivo para que possa ser revelado. Ele é detentor dos segredos mais íntimos da origem humana, portanto, apesar de impalpável é um alimento necessário ao espírito. Assim como existe necessidade de alimento para manutenção do corpo físico, também necessidade do alimento para satisfazer alma, O Cosmos funciona como esse alimento e, condensa todos os ingredientes necessários às criaturas carentes que buscam tudo em si e nada encontram. Com certeza, se elasconseguissem observar os detalhes e perfeição do funcionamento cósmico em sua profundidade poderia os  correlacionar com o funcionamento do próprio corpo, membros e células e, entender a presente necessidade de interação entre todos que buscam um só objetivo e entender que sem isso tudo é impossível. Observar o funcionamento do corpo humano é sentir a pulsação da vida. Observar o funcionamento cósmico é sentir o contexto da própria origem existencial como resultado dainteração harmoniosa entre o todo, e assim, dandosustentabilidade a plenitude do SER.