Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 04 de dezembro de 2021

Cultura

Comunidades rurais do Sertão do Pajeú sediam festival de arte

“Chama Violeta” é um evento realizado pela artista e produtora Odília Nunes com o apoio do Sesc Triunfo

Postado em 30/10/2021 2021 12:01 , Cultura. Atualizado em 30/10/2021 12:01

Jornalista ,

Este ano, participam da programação artistas de Ingazeira, Triunfo, Recife, Olinda, Arcoverde, Garanhuns, Minas Gerais, São Paulo e da Venezuela. (Foto: Divulgação/Sesc)

Deste sábado (30) até segunda-feira (1º/11), o alto Sertão do Pajeú receberá a 4ª edição do Chama Violeta, festival de artes integradas que agrega ações do projeto permanente “No meu terreiro tem arte”. A iniciativa independente da artista e produtora Odília Nunes, realizada com o apoio do Sesc Triunfo, vai contemplar as comunidades rurais de Picos, em Iguaracy, Minadouro e Sitio Manoel Pereira, em Ingazeira.

De acordo com a idealizadora e realizadora do projeto, o “Chama Violeta” é um festival cultural similar a outros realizados em grandes centros urbanos, mas com uma programação que se propõe a dialogar com o público do campo. “Acredito no poder social e educativo da arte. Com ela nos comunicamos, interpretamos o mundo, nos unimos, nos conhecemos e podemos ser mais solidários, criativos e equilibrados”, afirma Odília Nunes.

Medidas por causa da pandemia

Por causa da pandemia, a programação é exclusiva para as comunidades e todas as medidas serão adotadas para a prevenção da Covid-19. Além do Sesc, também apoia a iniciativa, a Fazenda Quilariá da Barra.

Programação do festival

A programação é composta de oficina de balé clássico para crianças e espetáculos de teatro de animação, teatro e circo, música, poesia e cultura popular. Participam desta edição, artistas de Afogados da Ingazeira, Triunfo, Recife, Olinda, Arcoverde, Garanhuns, Minas Gerais, São Paulo e da Venezuela.

Dia 30/10 (Sábado)
Picos – Terreiro da Igreja
18h – Abertura
Intervenção com as mestras de cerimônia| Cia Pé Vermei (MG) e Miss Jujuba (Venezuela);
Mostra Lambe-Lambe | “Um Conto de Lorê”, com Bruna Florie (PE) | “Passarinhar”, com Jéssica Mendes (PE) | “Tempo de Flor”, Cia Pé de Vento (PE);
“A Flor do Mamulengo” – Mamulengo Água de Cancimba (PE);
Jéssica Caitano e A Cristaleira (PE)

Dia 31/10 (Domingo)
Minadouro
9h – Associação de Moradores
Oficina de Balé – Gisélia Lima (PE);
17h – No Terreiro de Edleuza
Espetáculo “Circo Trupiada” – Trupe Circoluz (PE);
19h – No Terreiro de Odília
Palestra Show “Muros e grades são invenções humanas” – A Casa das Lagartixas Teatro Clube (SP);
Alessandra Leão (SP)

Dia 1/11 (Segunda)
Sítio Manoel Pereira
18h – Terreiro de Vanessa de Tonhão
“Luanda Ruanda – Histórias Africanas” – Stephany Metódio (PE);
Show “Três Meninas” – Karol Almeida, Fernanda Silva e Laura Torres (PE);
“Circuluz Brincante” – Trupe Circuluz (PE)