Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 10 de abril de 2024

Últimas Notícias

Colunistas, colaboradores e incentivadores do Jornal do Sertão homenageiam Antônio José

Antônio José, jornalista que fundou o JS, falaceu na manhã desta sexta-feira, 5 de novembro

Postado em 05/11/2021 2021 18:53 , Últimas Notícias. Atualizado em 05/11/2021 19:11

Colunista
Jornalista ,

Antônio José era jornalista e Editor do Jornal do Sertão. (foto: Arquivo JS)

No fim da tarde desta sexta-feira, 05 de novembro de 2021, o Sertão se despede de um dos seus grandes admiradores. O jornalista Antônio José, vibrava notícia, trazia em seu peito o bichinho inquieto do jornalismo, uma grande vontade de informar e de levar o nosso Sertão para o mundo.

Hoje, nos despedimos desse sertanejo apaixonado pela junção de palavras, de conversa mansa, opiniões fortes, mas com a doçura dos grandes mestres. Conversar com Antônio era espichar o aprendizando, gargalhando com sua alegria de viver.

Nesta sexta-feira, as lágrimas acompanham nossos olhos porque deixa essa vida um homem que, no auge dos seus 76 anos, tinha gana de viver e merecia viver.

Para homenagear esse incansável trabalhador da notícia, reunimos aqui as palavras marejadas de todos que, de alguma forma, colaboram, trabalham ou incentivam esse trabalho ímpar que é o nosso Jornal do Sertão.

Professor, pode descansar em paz com a certeza de que seu legado vai permanecer. Mas antes, precisamos dizer: “Antônio José é do SERTÃO”.

Carol Souza, repórter e editora do JS Online

 


“Parte um homem bom e iluminado ! Ficamos perplexos e entristecidos! conforto a todos que ficam ! Um pena não ter podido abraçá-lo!”

Aloísio Sotero, conselheiro editorial do JS


“Quando fui apresentada ao Antônio José, pelo conselheiro editorial do JS, Aloísio Sotero, fiquei entusiasmada em abraçar o novo desafio à época. Trabalhar com ele era um aprendizado de sabedoria, de se autoconhecer. É, dessa forma, que o guardarei na minha lembrança que vai além do editor geral e idealizador do JS. Um amigo e um ser humano iluminado de otimismo e bondade.”

Luciana Leão, editora do JS Digital


“Suas palavras traziam paz e acolhimento na medida certa. Um ser de luz que era amigo e companheiro para todas as horas. Sempre otimista e motivado, amava a vida e vivia com muita vontade. Sou muito grato por conhecê-lo e pelas longos minutos de conversas, risos e conselhos. Deixará muita saudade!”

Daniel Lima, colunista do JS


“Estamos profundamente sentidos com sua partida. Lutou sempre tendo o bem como objetivo. Que Deus o tenha junto a si. Meus sentimentos à Hélida e família, amigos, colaboradores e seus leitores.”

Geraldo Eugênio, colunista do JS


“Minha amizade com o Zeca é de irmão, afinal ele morou na minha casa e brincava com meu pequeno Emmanuel. Mas o nosso maravilhoso DEUS sabe a hora de nos chamar a Sua Presença. Que o Espírito Santo que é o nosso Consolador conforte a cada um dos seus.”

Raimundo Santos, diretor e fundador da Atos – incentivadora do JS


“Uma pena que o tempo que estive com Antônio José foi tão curto, na minha memória vou guardar uma figura serena, jovial e cheia de ideias e ideais. Seu legado ficará e suas histórias serão eternizadas no Jornal do Sertão. Segue em paz e ciente que sua jornada foi de um homem íntegro.”

Lidiane Souza, repórter do JS Digital


“Apaixonado pelas potencialidades e peculiaridades do Sertão, Antônio José deixa um rico legado ao jornalismo pernambucano. Através do Jornal do Sertão, projeto idealizado por ele, ajudou a contar muitas histórias sobre essa terra, sempre enaltecendo a sua importância cultural e econômica para todo o Nordeste. Uma pessoa de alma simples, entusiástico, otimista. Deixa grande aprendizado para todos nós”.

Juliana Lima, repórter do JS Online


“Tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente aqui em Petrolina. Uma pessoa bastante dinâmica, otimista e sensata. Contribuiu imensamente por meio do seu Jornal do Sertão, a levar mais do que notícias, e sim, conhecimento e valorização, em especial, sobre o interior de Pernambuco. Antes, eu era apenas um mero leitor do Jornal do Sertão e hoje, colunista sobre Políticas Públicas do informativo. Agradeço ao Srº Antônio José, pela chance de escrever um pouco sobre o desenvolvimento e avanço do nosso estado. Os meus sentimentos a esposa, Helida Enes e aos filhos, Rafael Kuhni e Renata Bezerra de Melo. Muita força para vocês neste momento doloroso.”

Aluísio Sampaio Neto, colunista do JS


“Trabalhei com António José bem no início do Jornal do Sertão. Era um sonho, uma semente que ele acreditou. Ele era um sonhador, uma criança que buscava um sonho. Acreditou no futuro e esse futuro virou o Jornal do Sertão de hoje. Era uma pessoa alegre fácil de conviver. Tinha sempre uma saída, um lado positivo da vida e que Deus o receba no melhor lugar, com certeza, um lugar de alegria e de bondade.” 

Katia Pinto, ex- colega e agora assessora da Sicredi Pernambucred, parceira do JS


“Lamentável! Vai fazer falta, pois era um homem de bem.”

Luis Pereira, diretor da FIS


“Meu abraço a todos familiares e colaboradores do Jornal do Sertão.”

Guilherme Coelho, presidente da Abrafrutas e incentivador do JS


“Ele era uma pessoa muito especial. É uma perda grande para o jornalismo e também para a gente enquanto amigo. Um amigo que marcou e que com certeza faz parte das nossas vidas.”

Carlos Laerte, assessor de imprensa parceiro do JS


“O Sistema OCB/PE lamenta o falecimento do Sr. Antônio José Bezerra de Melo, grande líder e comunicador do Jornal do Sertão. Agradecidos pela sua sua contribuição para divulgação do cooperativismo, desejamos conforto, aos familiares e amigos na certeza de que o seu legado nunca será esquecido.”

Malaquias Ancelmo de Oliveira, presidente do Sistema OCB/PE