Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Economia

Em Serra Talhada Casas Bandeirantes completa 38 anos

Com origem em Serra Talhada, o Grupo Bandeirantes completa 38 anos como referência nacional na industrialização l de vidros de alta performance

Postado em 14/08/2021 2021 13:11 , Economia. Atualizado em 14/08/2021 18:54

Jornalista , Editor Antônio José em Economia

Com três mil clientes distribuídos em toda a Região Nordeste e alguns estados do Norte do País (Pará e Tocantins), a indústria de vidros Casas Bandeirantes, com sede na cidade de Serra Talhada, sertão central pernambucano, é exemplo de que mesmo estando distante dos grandes centros urbanos é possível ser referência regional naquilo que se faz. 

Pátio interno da empresa Divulgação Casas Bandeirantes

 

A Fundação 

Inicialmente, quando foi fundada em 12 de agosto de 1983, atuava no comércio atacadista, varejista e distribuidor de vidro plano e madeira, mas logo expandiu para outras vendas de produtos e representação de material de construção, material elétrico e hidráulico. Em conexão direta com os setores da construção civil e imobiliária, a empresa cresceu, fundou sua própria transportadora, para otimizar a logística do frete, e abriu unidades no Recife, Juazeiro do Norte (CE) e em Princesa Isabel (PB).“Muito trabalho, planejamento, disciplina e perseverança. Levamos soluções inovadoras a todos os clientes. Nossos produtos e serviços têm alto padrão de qualidade”, avaliou o CEO Eduardo de Vasconcelos Viana, em entrevista ao Jornal do Sertão. Tais palavras do executivo podem ser reconhecidas ao conseguirem instalar, depois de uma longa batalha, mais cultural e industrial, a própria indústria de vidros temperados, em 2005, e por meio da Pilkington do Brasil, o grupo conquistou a franquia da marca BLINDEX.

Fundada em 12/08/1983 na cidade de Serra Talhada, no sertão de Pernambuco, e sedeada na Rua Comandante Superior, N° 1094, a Casas Bandeirantes é conhecida, hoje, em Todo o Brasil por levar o DNA do sertão em sua história
Imagem Site Casas Bandeirantes

 

Segundo o CEO do grupo, construir uma idústria desse porte longe das capitais era algo aparentemente ‘impossível’. “Foi algo bastante difícil, pois o habitual era instalar esse tipo de indústria apenas nas capitais. A falta de cultura industrial, carência de mão de obra especializada e as questões da manutenção do parque fabril, foram alguns dos obstáculos encontrados. Unimos o objetivo de gerar empregos e renda na região com espírito empreendedor e visão de futuro, e enfrentamos esse desafio, mostrando a força do sertão”, disse Viana. 

Fachada da Indústria, em Serra Talhada/ Divulgação

Atualmente, o grupo é responsável pela geração de 350 empregos diretos, em sua unidade industrial, numa área de 50 hectares, uma das maiores estruturas do Norte e Nordeste no ramo vidreiro. Para o futuro, o grupo sertanejo quer aumentar o consumo de vidros por habitante na região e chegar ao patamar de demanda das regiões Sul e Sudeste, que gira em torno de 6 a 8 quilos por pessoa. No Nordeste, o consumo fica entre 2 a 2,5 kg por habitante.

 

Carros-chefes no portfólio e tecnologia de ponta

Entre os produtos mais comercializados para os 11 estados que atendem estão os espelhos, vidros floats (vidros comuns), vidros texturizados e os vidros temperados. Toda matéria prima vem da região Sul e Sudeste e a Casas Bandeirantes beneficia e manufatura.  

Por meio de uma parceria com a CEBRACE, maior produtora de vidros e espelhos da América do Sul, a Casas Bandeirantes tem a franquia da exclusiva linha HABITAT, vidros de proteção solar de alta performance.

Desde 2006, a empresa tem certificação ISO 9001, e em 2012,  recebeu a certificação regulamentada pelo Inmetro para vidros temperados. “Estabelecemos com tais certificações, portanto, a excelência da gestão e da produção”, acrescentou Eduardo de Vasconcelos.

Indústria Casas Bandeirantes possui a franquia da marca Blindex

 

Governança social e ambiental

Em consonância com os principais ativos de uma empresa moderna, a Casas Bandeirantes mantém em seu parque fabril, um programa de acompanhamento de indicadores de energia, além do reaproveitamento de água e o incentivo à reciclagem dos resíduos dos produtos produzidos pelo grupo.

“Temos ciência do compromisso com o meio ambiente. Mantemos constante modernização dos equipamentos industriais e demais ferramentas tecnológicas,  visando garantir a segurança na fabricação e o perfeito acabamento dos produtos, que já é referência de qualidade”, sinalizou o CEO.