Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de abril de 2024

Agronegócios

Pecuarista cearense é referência na criação da raça no Nordeste

Natural de Brejo Santo (CE), formada em Odontologia, mãe de dois filhos, a agropecuarista Candice Macedo Rangel, de 43 anos, tornou-se referência regional na criação de Nelore comercial e de elite no Nordeste.

Postado em 25/12/2021 2021 10:00 , Agronegócios. Atualizado em 25/12/2021 08:25

Jornalista ,

 

Localizadas em Brejo Santo e na Chapada do Araripe Cearense, as Fazendas Ribeirão administradas há quatro anos por Candice Macedo Rangel, de 43 anos, tornaram-se referência na criação e seleção da raça Nelore comercial e de elite no Nordeste. A produção é voltada ao mercado cearense e aos estados vizinhos, como Pernambuco, Paraíba e Piauí. 

A sustentabilidade da produção em pleno semiárido nordestino é fruto do olhar diferenciado e desbravador de Candice, que desde que assumiu a gestão das fazendas investiu na modernização do manejo, com técnicas sustentáveis, qualificação profissional e melhoramento genético, triplicando os procedimentos em reprodução assistida do Grupo Ribeirão, que tem o foco principal na venda de bezerros e garrotes de corte e nelores P.O. (Puro de Origem), com registro da ABCZ.

Mérito reconhecido

As mudanças adotadas pela pecuarista deram frutos, credenciando-a a receber no ano passado o Mérito ABCZ Mulher 2020, homenagem concedida pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). O prêmio é um reconhecimento pela versatilidade, empreendedorismo e dedicação de Candice à agropecuária feminina brasileira. 

“Eu sempre tive o convívio na fazenda, mas me formei em odontologia e atuei durante quinze anos na área. Depois comecei a me dividir entre a fazenda e a profissão, até deixar o consultório há quatro anos e me dedicar exclusivamente a gestão das fazendas, onde aperfeiçoamos todo o manejo, introduzimos técnicas modernas, investimos em genética e estamos obtendo resultados positivos”, conta a pecuarista, que continua com orgulho e dinamismo os negócios da família. 

Legado familiar

Candice fala com orgulho da história iniciada pelo seu pai há 60 anos no Ceará. “É uma empresa familiar, iniciada por meu pai Cleidson de Araújo Rangel há sessenta anos, com funcionários na quarta geração e com muitos desafios, a exemplo das adversidades do clima nordestino e da distância da capital onde minha família mora, mas com muito amor e paixão a gente vai enfrentando os desafios”, contou.

Além de comandar a gestão das fazendas, Candice Rangel é a atual presidente do Sindicato Rural de Brejo Santo e integrante do Conselho Consultivo da Associação dos Criadores de Nelore do Nordeste (ACNN).