Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 04 de agosto de 2021

Economia

Autorizadas obras de reestruturação do Aeroporto de Araripina

Importante região econômica de Pernambuco, o Sertão do Araripe se prepara para receber voos comerciais regulares no Aeroporto de Araripina. O início das obras de requalificação do aeroporto foi autorizado pelo Governo do Estado e a primeira fase deve ser concluída em dois meses, com um investimento na ordem de R$ 2,8 milhões. O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, comemorou o início das obras e ressaltou o desenvolvimento econômico na região, principal polo gesseiro do Estado.

Postado em 19/07/2021 2021 20:21 , Economia. Atualizado em 19/07/2021 20:52

Jornalista , Editor Antônio José em Economia

Aeroporto de Araripina – SEINFRA/Divulgação

 

A consolidação da aviação regional é um divisor de águas para o desenvolvimento do interior de Pernambuco. Além dos aeroportos Oscar Laranjeiras, em Caruaru, Nilo Coelho, em Petrolina, e Santa Magalhães, em Serra Talhada, o interior do Estado passará a contar com voos comerciais regulares em Araripina, no Sertão do Araripe.

O anúncio foi feito pelo Governo do Estado, com a autorização do início das obras de requalificação do Aeroporto de Araripina, importante região econômica de Pernambuco, onde está localizado o polo gesseiro do Araripe. Segundo nota, a previsão é que a primeira etapa dos trabalhos seja concluída em dois meses. O investimento previsto é na ordem de R$ 2,8 milhões.

A autorização do governador Paulo Câmara aconteceu durante reunião virtual na última quarta-feira (14/07), com a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista; o prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel; secretários estaduais, deputados e prefeitos da região do Araripe.

Governador Paulo Câmara autoriza obras do Aeroporto de Araripina – Hélia Scheppa/SEI

 

O governador Paulo Câmara destacou a importância da reestruturação do aeroporto. “Este período de pandemia nos preocupa, mas a gente tem que cuidar da estrutura do nosso Estado. Essa reestruturação da pista em Araripina é muito importante e complexa, e é uma região onde nós queremos avançar cada vez mais”, ressaltou.

Primeira fase da obra – Na primeira fase está prevista a pavimentação e sinalização horizontal da área de movimento das aeronaves (pista de pouso e decolagem, taxiway e pátio de aeronaves), implantação de cerca operacional e patrimonial e de placas de segurança, além da construção de faixa circular do indicador de direção de vento do aeródromo.

O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, comemorou o início das obras e ressaltou o desenvolvimento econômico na região. “É um prazer muito grande receber essa notícia tão animadora para Araripina, como um modal importante e em que há uma carência muito grande, porque estamos a 700 quilômetros do Recife. Nós temos uma faculdade de medicina instalada, temos polo de energia eólica e energia solar sendo implantado. Isso tem atraído grandes empresas e pessoas. Esse aeroporto vem ao encontro das nossas vocações econômicas naturais e das outras que estamos potencializando”, disse.

Aeroporto começará a operar com terminal provisório – De acordo com a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, enquanto a intervenção definitiva do aeroporto não é concluída, o Governo implantará um terminal modular desmontável feito de containers.



“Essa iniciativa contará com um aporte em torno de R$ 450 mil. A nossa estimativa é que os serviços para a requalificação total do Aeroporto de Araripina necessitem de investimentos no valor de R$ 5 milhões”, explicou. “Esperamos consolidar a aviação regional, garantindo o incentivo no Estado e todos os impactos diretos e indiretos que essas intervenções devem trazer”, acrescentou a secretária.

OBRAS NO INTERIOR – Paralelo ao início das obras do Aeroporto de Araripina, o Estado informa que vem atuando para aumentar a capacidade logística dos terminais Oscar Laranjeira, em Caruaru, e Santa Magalhães, em Serra Talhada, que já operam com voos comerciais regulares desde novembro de 2020.

Além disso, foi assinado o contrato para a restauração do pavimento, sistema de pistas e sinalização da área de movimento do Aeroporto de Garanhuns, com recursos na ordem de R$ 2,5 milhões, além da contratação da empresa que vai executar os serviços de reforma predial do terminal de passageiros e sinalização vertical de segurança do aeródromo, orçados em R$ 609, mil, com previsão de início neste segundo semestre.

Em junho passado, Pernambuco anunciou a licitação para contratação da empresa que ficará responsável pela elaboração do projeto de expansão do Aeroporto Oscar Laranjeira. O investimento é de R$ 1,071 milhão, e as obras devem ter início após a conclusão desta etapa, orçada em R$ 20 milhões. De dezembro de 2020 até junho deste ano, as bases de Caruaru e Serra Talhada receberam, respectivamente, 282 e 242 voos.