Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 16 de junho de 2024

Cultura

Filme brasileiro sobre resistência indígena é premiado em Cannes

O longa brasileiro A Flor do Buriti, produzido pela brasileira Renée Nader Messora e pelo português João Salaviza, foi premiado na noite de sexta-feira (27) no Festival de Cannes 2023, na França. Ele venceu o Prix D’ensemble (prêmio de Melhor Equipe) na mostra “Um Certo Olhar” (Un Certain Regard).

Postado em 27/05/2023 2023 18:08 , Cultura. Atualizado em 27/05/2023 18:08

26/05/2023 – The 76th Cannes Film Festival – Photocall for the film “Crowra” (The Buriti Flower) in competition for the category Un Certain Regard – Cannes, France, May 23, 2023. Directors Renee Nader Messora and Joao Salaviza, cast members Debora Sodre, Luzia Cruwakwyj Kraho, Henrique Ihjac Kraho and Francisco Hyjno Kraho pose. Foto: REUTERS/Yara Nardi

“A Flor do Buriti” foi produzido por Renée Nader Messora e João Salavi

O filme, uma produção da empresa mineira Entre Filmes, estreou no dia 23 de maio e aborda os últimos 80 anos de história dos Krahô, povo indígena que vive no norte do Tocantins, na fronteira com o Maranhão e o Piauí. São retratadas diferentes formas de resistência, como a luta pela terra, por maior liberdade, pela preservação de ritos ancestrais e da natureza das comunidades onde vivem. Um acontecimento em destaque no longa é o massacre ocorrido em 1940. Estima-se que fazendeiros da região tenham matado pelo menos 26 pessoas do povo Krahô.

A mostra entregou ainda o prêmio principal da noite para How To Have Sex, de Molly Manning Walker. O troféu Nova Voz foi para Augure, de Baloji. Goodbye Julia, de Mohamed Kordofani, venceu o prêmio Liberdade. The Mother Of All Lies, de Asmae El Moudir, conquistou a categoria de direção, e Hounds, de Kamal Lazraq, a do júri.

O Festival de Cannes continua na noite deste sábado (27), quando ocorrem as disputas pelo maior prêmio: a Palma de Ouro. O cineasta brasileiro Karim Aïnouz concorre com o filme britânico Firebrand. Destaque no elenco para os atores Jude Law e Alicia Vikander. O enredo fala sobre a sexta e última esposa do rei Henrique VIII, na Inglaterra da dinastia Tudor, que tenta promover crenças protestantes radicais na nação.

 

 

 

Agência Brasil Edição: Camila Maciel