Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Política

O fortalecimento de Políticas Públicas voltadas à saúde e bem-estar animal. Por Aluísio Sampaio

É difícil sair de casa sem  se deparar com um cão ou gato sem tutor pelas ruas das cidades,  eles  estão por toda a parte  buscando abrigo, algum alimento e se multiplicando. 

Postado em 10/09/2021 2021 18:25 , Política. Atualizado em 10/09/2021 15:49

Colunista

Especialista em Gestão Pública, Aluísio Sampaio escreve quinzenalmente a coluna “Políticas Públicas”,

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem mais de 30 milhões de animais abandonados no Brasil, entre eles, cães e gatos. Animais abandonados pelas cidades acabam se transformando em sério problema de saúde pública, pois gera reprodução desordenada, ocasiona iminentes ataques ou mordidas e transmissão de zoonoses para humanos. Várias cidades pelo país, estão iniciando ou possuem uma política pública voltada para ajudar os animais que se encontram desamparados, como em Recife, a capital do Estado de Pernambuco, com o  Hospital Veterinário Robson José Gomes de Melo, primeiro hospital veterinário público de Caruaru (PE), que oferta atendimentos clínicos e emergenciais, além de exames e vacinas. O município de Caruaru, fica  situado na Região Agreste do Estado, distante 137 km da capital, com  Ambulatório Médico de Especialidades (AME ANIMAL), que também dispõem de diversos serviços para os cuidados com os cães e gatos e agora, Petrolina, localizada na Região Sertão do São Francisco de Pernambuco, distante 712 km de Recife, a prefeitura, por meio do Centro de Controle e Zoonoses (CCZ), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), criou o Programa de Esterilização de Cães e Gatos, chamado “”’Castramóvel”.

O Castramóvel tem como objetivo controlar a reprodução dos animais em situação de rua, bem como a proliferação de doenças. O serviço funciona da seguinte maneira. São levantados regularmente, informações sobre os casos de Leishmaniose em humanos nos bairros da cidade e após isso, o veículo é deslocado para a localidade, permanecendo por duas semanas. Diante disso, os animais são resgatados pela equipe do CCZ, e passam por uma cirurgia de castração no equipamento móvel. 

Imagem Divulgação

 

O equipamento é composto por dois médicos veterinários e dispõe de uma estrutura completa para a realização dos procedimentos, como uma autoclave, geladeira para vacinas, kits de cirurgia, cilindro de oxigênio e aparelho de anestesia inalatória. Após a cirurgia, os cães e gatos são levados para o Centro de Zoonoses, onde passam por um período de repouso, para a sua recuperação. Quando reabilitados, ficam por um determinado tempo, disponíveis para adoção. Quando não são adotados, os animais são devolvidos para os bairros onde foram resgatados.

Por semana, são realizados em média 08 castrações. Com um mês de atuação do Castramóvel, mais de 30 animais foram castrados, onde 02 foram adotados até o momento. A expectativa é expandir em breve, o serviço para os tutores de animais mais carentes do município e principalmente, aumentar o número de adoções. Vale destacar que  a oferta do serviço de castração de animais em Petrolina é pioneira na região.

O resultado dessas ações, promovidas pelos entes públicos municipais, são importantes para enfrentar de maneira reativa e preventiva, no crescimento descontrolado de cães e gatos, transmissão de doenças e ainda, favorecendo a adoção de animais, ocasionando impactos positivos no bem-estar animal e na saúde pública.

 

Quem é Aluísio Sampaio: Sertanejo Pernambucano, da Capital do Vaqueiro, Serrita, é Mestre em Dinâmicas de Desenvolvimento do Semiárido, pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Especialista em Gestão Pública Municipal e Saúde, também pela UNIVASF. Possui extensão em Empreendedorismo pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), e Inovação e Difusão Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Graduado em Computação pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), e Administração, pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). Técnico em Recursos Humanos pela Escola Técnica Estadual Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (ETEPAC), e Logística, pela Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (ETEPAM). Bolsista de Pesquisa e Desenvolvimento no Projeto “AgritechNE”, na Embrapa Semiárido. Entusiasta do desenvolvimento econômico, social e ambiental. Instagram: @aluisio_sampaio E-mail: sampaioaluisio@hotmail.com