Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 25 de outubro de 2021

Saúde

Pernambuco não vai suspender a aplicação de Pfizer em adolescentes acima dos 12 anos 

Decisão do Estado de Pernambuco contraria a orientação do Governo Federal para que não seja feita mais a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos que não tenham comorbidades

Postado em 17/09/2021 2021 12:34 , Saúde. Atualizado em 17/09/2021 12:37

Jornalista , Editor Antônio José em Saúde

SES PE Ascom SES-PE

Depois que o Ministério da Saúde publicou uma nota informativa com nova orientação do Governo Federal para que não seja feita mais a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos que não tenham comorbidades, o secretário André Longo lamentou a decisão que, segundo ele, destoa da realidade da campanha de imunização em todo o País. Além disso, ele garantiu que, até o momento, a imunização desse grupo continuará.  

“Infelizmente, o Ministério da Saúde fez esse comunicado sem combinar com os Estados ou municípios, gerando intranquilidade em relação a esse público. Vários Estados lamentaram a postura do órgão federal por não ter realizado nenhuma reunião tripartite e também por não submeter as informações à Anvisa, que autorizou o uso da vacina da Pfizer no público adolescente de 12 a 17 anos no território brasileiro”, pontuou o secretário.

André Longo informou que o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) protocolaram documento junto à Anvisa e aguardam a posição oficial do órgão. “Até que haja posição técnica que diga o contrário, Pernambuco não vai suspender a aplicação de Pfizer em adolescentes acima dos 12 anos”, destacou. O Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação deverá se reunir nesta sexta-feira (17) para discutir os próximos passos da vacinação nesse público.

“Minha mensagem, hoje, é de tranquilizar as famílias dos adolescentes vacinados com os imunizantes da Pfizer. A vacina continua a ser recomendada pela Sociedade de Pediatria e pela Sociedade Brasileira de Imunizações. Os adolescentes que já foram vacinados com a primeira aplicação devem tomar, então, a sua segunda dose”, recomendou o médico e representante da Sociedade Brasileira de Imunizações, Eduardo Jorge da Fonseca, que participou da coletiva.

De acordo com os últimos dados da Secretaria Estadual de Saúde, disponibilizados no painel de acompanhamento vacinal (https://bit.ly/3xteooh), até o momento já foram vacinados com a 1ª dose mais de 168 mil adolescente de 12 a 17 anos em Pernambuco, o que corresponde a 15% do total.