Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de abril de 2024

Economia

Coaching não é terapia! Mas, é terapêutico! Por Tikinha Albuquerque

No artigo de hoje, abordarei as principais diferenças entre a metodologia do Coaching e a terapia.

Postado em 09/02/2022 2022 19:50 , Economia. Atualizado em 09/02/2022 19:58

Tikinha Albuquerque Master Coach Escreve a Coluna Empreendedorismo para o JS Foto : Arquivo Pessoal

Tenho sido muito questionada se Coaching é a mesma coisa que terapia. Provavelmente você já ouviu o termo coaching nos dias de hoje, não é mesmo? Em constante expansão no Brasil, o coaching é procurado não só por pessoas que desejam ser beneficiadas pelo processo, mas também por aqueles que desejam se formar na área, tornando-se, assim, coaches das mais diversas especializações.

Contudo, você já parou para conhecer exatamente o que é e como funciona o coaching?
E pensando nisso que, no artigo de hoje, abordarei as principais diferenças entre a metodologia do Coaching e a terapia.

Faz-se necessário distinguir o processo de coaching de outras atividades ou metodologias, uma vez que, por vezes, ocorrem comparações equivocadas.

Ambos os processos o cliente no Coaching chamado coachee e na Terapia paciente, sentam-se frente ao profissional facilitador com algum anseio, e ambos promovem momentos de reflexão que induz ao autoconhecimento, e assim surgem algumas confusões sobre a diferença entre as duas experiências.

A Terapia tem como objetivo principal a cura de disfunções psicológicas, o processo tem seu direcionamento ao passado (onde se encontram as origens das disfunções – os traumas) para o presente. O paciente busca a cura emocional e o alívio para o transtorno mental. Contudo, na terapia, elegem-se objetivos terapêuticos, mas não há o FOCO definido e claro para a definição e ajustes para atingimento de uma meta no futuro.

A razão para o indivíduo buscar terapia normalmente é livrar-se de algum sofrimento ou desconforto, mais do que avançar rumo a metas desejadas.

A terapia geralmente é mais procurada para quem está em crise, sofrimento, conflito, depressão ou simplesmente deseja ter um espaço de desenvolvimento pessoal para autoconhecimento e reflexão.

De maneira geral, o terapeuta busca o esclarecimento e o porquê de algo que aconteceu ou o motivo de determinado comportamento, através disso, é fechado um diagnóstico e ele faz as intervenções que julgar necessárias.

O Coaching trabalha com pessoas que não necessariamente sofrem de algum transtorno psicológico e/ou psiquiátrico, ou seja, não possui caráter clínico. O foco está no futuro, buscando atingir objetivos específicos. A metodologia do Coaching trabalha aspectos que visam a eliminação de comportamentos sabotadores, bem como desenvolver novos hábitos, para uma vida mais equilibrada.

Coaching é um PROCESSO bem definido com início, meio e fim, que visa elevar o nível de resultados positivos de indivíduos, equipes ou empresas por meio do uso de técnicas e ferramentas, tendo como foco principal a elevação do estado de consciência para a alta performance. (Estado Desejado). É traçado junto ao coachee o estado atual, chamado ponto A e o estado desejado – chamado ponto B, e assim, o olhar é sobre a solução, e não na busca de identificar o problema. O profissional auxilia o coachee (que não é um paciente) a descobrir um objetivo pessoal e/ou profissional, a ter clareza e a identificar suas limitações que estão em seu caminho.

Durante a evolução do processo o coachee se empodera e isto traz benefícios importantes, como: aumento da autoconfiança e autoestima, melhoria nos relacionamentos afetivos e interpessoais, melhoria na comunicação e melhor gestão do tempo.

Existem coaches trabalhando nas mais diversas áreas (Saúde, Artes, Esportes, Pessoal, Profissional, Carreira, Financeiro, Liderança, entre outros). Cabe a cada interessado descobrir o que mais lhe é necessário para se destacar. Por isso, ao escolher um coach para atendê-lo, é importante verificar qual o foco do seu objetivo e qual área da sua vida está interligado, para melhor atender as suas demandas.

Sendo assim, o profissional coach é aquela pessoa que lhe auxiliará a se conhecer melhor, visualizar seus pontos fortes e potencializá-los, como também melhorar ou eliminar aspectos de seus comportamentos e pensamentos, que limitam à conquista efetiva de suas metas e objetivos.

Outra dica importante, ao buscar este profissional no mercado, procure conhecer as suas referências e avalie previamente suas experiências. Isso inclui saber se ele é realmente formado e certificado por uma instituição idônea.
Estes cuidados são essenciais, pois com o crescimento do Coaching no Brasil, ainda existe algumas pessoas que se autointitulam coaches, sem nem mesmo terem realizado uma formação.

Em síntese, a resposta mais simples sobre a principal diferença entre as práticas é: o coaching tem como foco objetivos futuros, é um empoderamento do ser. Já a terapia é a cura por meio da resolução de problemas do passado que afetam o presente.

As duas técnicas têm seus valores e eficiências, você é muito especial e merece ser direcionando por um excelente profissional, sendo assim, escolha a metodologia que melhor atenda às suas necessidades.