Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 28 de fevereiro de 2024

Cultura

Oficinas de barro encantam estudantes de Petrolina e resgatam história de Ana das Carrancas

Das mãos delicadas dos alunos do 1º, 2º e 5º ano surgiram lindas peças feitas na Oficina, como carrancas, panelas, copos e barcos.

Postado em 09/05/2023 2023 11:01 , Cultura. Atualizado em 09/05/2023 11:16

Das mãos delicadas dos alunos do 1º, 2º e 5º ano surgiram lindas peças feitas na Oficina, como carrancas, panelas, copos e barcos.

Com o intuito de preservar a cultura local e homenagear os cem anos em memória de Ana das Carrancas, a Dama do Barro, a Prefeitura de Petrolina, por meio da secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Seduce), promove em toda rede municipal de ensino o projeto “Vivenciando o Centenário de Ana das Carrancas”.

 

Através de ações significativas desenvolvidas em sala de aula, os estudantes irão se aprofundar sobre a história e trabalho artístico da artesã, que ganhou destaque nacional e internacional, e é considerada Patrimônio Vivo de Pernambuco.

Entre as atividades sugeridas no projeto estão as Oficinas de Barro, que têm proporcionado aos alunos conhecerem o instrumento de trabalho e expressão artística de Ana das Carrancas, além de adquirirem ricas experiências sensoriais, assim como possibilidades ilimitadas para modelar e dar forma aos elementos que habitam no imaginário e na realidade. Esta semana, por exemplo, foi a vez dos estudantes da Escola Municipal Josefa Isabel Sena, localizada no Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho N-1, vivenciarem a atividade ministrada pela ex-funcionária do Centro Cultural Ana das Carrancas, Fernanda Cardoso.

Das mãos delicadas dos alunos do 1º, 2º e 5º ano surgiram lindas peças feitas na Oficina, como carrancas, panelas, copos e barcos. Quem amou a experiência, foi o estudante do 5º ano, Pietro Matias.“Eu amei participar da oficina, foi algo muito legal e que queria poder participar novamente. Além de aprender algo novo na prática, também pude conhecer a história de Ana das Carrancas, que é uma representação artística que marcou a história da nossa cidade”, destacou Pietro. A gestora da Escola Josefa Isabel Sena, Reginalda dos Santos, falou da importância das oficinas no sentido de exercitar a paciência, concentração, estimular a imaginação e a sensibilidade.

Esse trabalho também contribuiu para que eles conhecessem a vida e obra de Ana das Carrancas e dessa forma valorizar a cultura artística local e regional”, finalizou Reginalda.

“A Oficina de Barro foi uma ação riquíssima para os alunos, pois a arte na educação básica faz com que a gente consiga alargar as experiências dos nossos estudantes em sala de aula, possibilitando a descoberta de talentos e habilidades, desenvolvendo competências que vão acompanhá-los em outras disciplinas também.

Texto: Elaine Barbosa
Fotos: Ayrton Latapiat