Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 04 de agosto de 2021

Educação

Petrolina detalha protocolo de biossegurança e Serra Talhada reforma escolas para retorno das aulas presenciais

Petrolina, no Sertão do São Francisco, apresentou nesta quarta-feira, 14 de julho, o protocolo de biossegurança para o retorno gradual das aulas presenciais no dia 2 de agosto. O Protocolo Sanitário foi desenvolvido através de discussões com o Sindsemp, Conselho Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde e Ministério Público. O retorno das aulas será gradual, com rodízio semanal com no mínimo 50% dos alunos de modo presencial. Em Serra Talhada, no Pajeú, a volta das aulas presenciais segue sem data marcada. Enquanto elabora o protocolo de segurança, a prefeitura reforma e amplia 16 escolas na cidade e zona rural.

Postado em 15/07/2021 2021 17:22 , Educação. Atualizado em 15/07/2021 17:22

Jornalista , Editor Antônio José em Educação

Ascom Petrolina

 

Preparando-se para o retorno gradual das aulas presenciais no dia 2 de agosto, a Prefeitura de Petrolina, no Sertão do São Francisco, através das secretarias de Educação e Saúde, informa através de nota que promoveu nesta quarta-feira (14), uma live voltada a toda comunidade escolar, para apresentar o protocolo que irá nortear a retomada das atividades educacionais no município.

Por meio de uma transmissão ao vivo, no canal do Youtube da prefeitura, o evento contou com o acesso de mais de 5 mil pessoas que puderam esclarecer suas dúvidas sobre as medidas que serão adotadas nas unidades de ensino para garantir a segurança dos estudantes.

A live que teve como mediador o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim, contou com uma explanação do protocolo, realizada pela secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, e pela secretária de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

O evento também teve as participações da procuradora do Ministério Público da comarca de Petrolina, Rosane Cavalcanti, da presidente do Conselho Municipal de Educação (CME), Magda Oliveira, e do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), Walber Pinheiro.

“Estou muito seguro e confiante que vamos avançar e fazer uma educação de qualidade que a gente tanto sonha, deseja e que Petrolina merece. Esse é um momento muito importante para o município, que construímos a várias mãos e com o apoio de vários setores. Petrolina é uma cidade que tem referência no combate ao Covid, além disso, hoje nosso cenário está mais tranquilo e nos dá algum controle, por isso a gente ensaia os primeiros passos para reiniciar as atividades educacionais.”, explicou o secretário Plínio.



O Protocolo Sanitário foi desenvolvido através de discussões com o Sindsemp, Conselho Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde e Ministério Público. A Prefeitura informa que também tem investido na imunização dos profissionais da Educação contra a Covid-19, registrando já uma porcentagem de 74,4% de servidores vacinados com a primeira dose. As unidades de ensino também receberam mais de R$ 4 milhões para aquisição de equipamentos de segurança, além de estarem sendo feitos reparos e reformas para preparar o ambiente para a volta dos estudantes.

A secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, ressaltou durante o evento, que o decréscimo de indicadores relacionados à COVID-19 trouxe uma expectativa de maior controle da doença, com decisões que determinaram a flexibilização das medidas de isolamento em Petrolina. “Isso está diretamente ligado a vacinação, que a cada dia vem aumentando no nosso município. Por isso estamos realizando essa live no intuito de tranquilizar a comunidade escolar e esclarecer todas as dúvidas”, contou.

Retorno Gradual com rodízio de até 50%

O retorno a sala de aula será opcional para os alunos, cabendo aos pais ou responsáveis legais, em comum acordo com a escola, a opção pela permanência do estudante em atividades não presenciais.

Para a retomada das aulas presenciais, será realizado um rodízio semanal com no mínimo 50% dos alunos de modo presencial, ou seja, cada grupo assistirá as aulas por uma semana nas unidades escolares, enquanto outra parte será assistida através do ensino remoto.

A partir do dia 2 de agosto retomam as aulas nas Escolas de Tempo Integral. No dia 9 será a vez das turmas do 6º, 7º, 8º e 9º ano. Já no dia 16, os alunos do 4º, 5º ano e EJA. No dia 23, as turmas do 1º, 2º e 3º ano. Em 30 de agosto os estudantes de 4 e 5 anos da Educação Infantil, e no dia 6 de setembro as crianças de 0 a 3 anos.

 

Serra Talhada sem data marcada para volta às aulas

Em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, a volta das aulas presenciais segue sem data marcada. Para garantir um retorno seguro, a prefeitura local informa que foi criada uma comissão especial intergestora para deliberar sobre o tema, além de investir na melhoria física das escolas municipais.

Reprodução Net

São onze escolas sendo reformas e ampliadas e cinco em fase de conclusão dos projetos. “Temos onze Unidades de Ensino que estão sendo contempladas com obras que já andam a passos largos ou em fase de conclusão, priorizando intervenções que garantem a volta às aulas presenciais, de forma mais segura. Além disso, temos outras cinco escolas em fase de conclusão dos projetos de execução, contemplando reformas e ampliações muito esperadas pelos profissionais, pais e alunos da Rede Municipal”, explicou a prefeita Márcia Conrado.

Estão em fase de conclusão das obras as seguintes unidades: Escola Municipal Antônio Gaia (Fazenda São João dos Gaias); Escola Municipal Barão do Pajeú (Distrito de Bernardo Vieira); Colégio Municipal Cônego Torres (Centro); Escola Municipal Fausto Pereira (Distrito de Água Branca/ Luanda); e Escola Municipal José Xavier de Moraes (Fazenda Lagoa da Pedra) que, em especial, receberá a construção de uma nova sede.

“É uma satisfação muito grande podermos contar com uma equipe de profissionais tão dedicada. Fico muito orgulhosa em anunciar que a aprovação desses projetos realizada aqui, pode mudar a realidade de inúmeras crianças e adolescentes que poderão estudar em um espaço mais aconchegante, amplo e cheio de cuidado. Essa é a nossa missão”, concluiu a prefeita.

 

mao